jusbrasil.com.br
19 de Agosto de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul TJ-MS - Apelação: APL XXXXX-08.2014.8.12.0018 MS XXXXX-08.2014.8.12.0018

Detalhes da Jurisprudência

Processo

Órgão Julgador

1ª Câmara Criminal

Publicação

Julgamento

Relator

Des. Romero Osme Dias Lopes
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

APELAÇÃO CRIMINALFURTO – ARTIGO 155, § 1º, DO CPPRETENDIDA REDUÇÃO DA PENA-BASEINVIABILIDADE

- MAUS ANTECEDENTESPENA DE MULTA REDUZIDADETRAÇÃOINCABÍVELREGIME PRISIONAL MANTIDORECURSO PARCIALMENTE PROVIDO DE OFÍCIO – COMPENSAÇÃO DA ATENUANTE DA CONFISSÃO COM A AGRAVANTE DA REINCIDÊNCIA Ostentando o agente mais de uma condenação com trânsito em julgado, cabível utilizar uma para elevar a pena-base e a outra na segunda fase da dosimetria da pena. A atenuante da confissão espontânea e a agravante da reincidência devem ser compensadas. Diante da pluralidade de guias de execução em desfavor do agente, caberá ao juízo da execução a análise da detração penal. Não obstante a pena aplicada seja inferior a 04 (quatro) anos, tratando-se de reincidente e portador de maus antecedentes, deve ser mantido o regime inicial semiaberto, nos termos do art. 33, § 2º, b, do Código Penal e da Súmula 269 do STJ.
Disponível em: https://tj-ms.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/305577822/apelacao-apl-21690820148120018-ms-0002169-0820148120018