jusbrasil.com.br
6 de Julho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul TJ-MS - Agravo de Instrumento: AI 141XXXX-25.2016.8.12.0000 MS 141XXXX-25.2016.8.12.0000 - Inteiro Teor

Detalhes da Jurisprudência

Órgão Julgador

3ª Câmara Cível

Publicação

29/09/2016

Julgamento

30 de Dezembro de 1899

Relator

Des. Fernando Mauro Moreira Marinho

Documentos anexos

Inteiro TeorTJ-MS_AI_14107882520168120000_764e4.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Inteiro Teor

Poder Judiciário do Estado de Mato Grosso do Sul

Tribunal de Justiça

Des. Fernando Mauro Moreira Marinho

Agravo de Instrumento 1410788-25.2016.8.12.0000

Agravante: Banco Pan S.A.

Agravado: Julio Canteiro

Vistos, etc.

A atribuição de efeito suspensivo ao recurso de agravo continua sendo exceção a ser aplicada com moderação pelo julgador, apenas naquelas hipóteses em que a fartura de evidências e a gravidade da situação tornem inquestionável o equívoco do ato decisório de primeira instância, o que não ocorre na espécie, razão pela qual o recebo apenas no efeito devolutivo.

Intime-se o agravado para apresentar contraminuta no prazo legal.

Oficie-se ao juízo de primeiro grau para que preste informações no feito.

P. I.

Campo Grande, 27 de setembro de 2016

Des. Fernando Mauro Moreira Marinho

Relator

Disponível em: https://tj-ms.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/390005264/agravo-de-instrumento-ai-14107882520168120000-ms-1410788-2520168120000/inteiro-teor-390005300